Artigos

  • 31,out

    No livro de Mario Sérgio Cortella e Gilberto Dimenstein – A Era da Curadoria, o que importa é saber o que importa. Os autores destrincham e valorizam muito bem o termo Curadoria. Cortella diz: “Curar” em português lusitano é “Pensar” e em português se diz: “Você pode pensar esse ferimento para mim? ” Segundo ele, em Curadoria é o “momento de organizarmos nossos espaços de convivência”. É perceptível que a ligação com pessoas e o envolvimento está na comunicação. Veja bem, ter o espírito de cura, isto é, alguém que tem que cuidar, alguém que protege, uma sintonia direta com a percepção de marca, figuras, produtos...

  • 27,out

    Falando de vendas. Geralmente vendas sempre são o patinho feio das atividades. Um consultor me disse que um jovem não investe num curso de vendas, mas investe num curso de liderança.  Mas o líder vende? VENDE. Então investimos em treinamento de vendas com outro nome, isso é comprovado. Os de inovação e liderança são campeões de audiência. Os líderes sabem que tudo é venda o tempo todo. Liderança = venda. Na minha singela opinião é. Vendemos 24h por dia. Quando um líder informa ele vende, quando se reúne em reuniões empresariais ele vende, nos almoços, no seu bom dia quando chega ao trabalho, nos encontros para...

  • 27,out

    DC Logistics Brasil é case de como o setor supera a crise da economia brasileira e espera um 2017 com otimismo De acordo com um levantamento da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), 64% das empresas de comércio exterior catarinenses vão fechar o ano com aumento nas exportações. A pesquisa, realizada com 140 empresas de pequeno, médio e grande portes, aponta que 26,5% das companhias projeta estabilidade nos valores exportados e 9,2% preveem redução. Para Ivo Mafra, Presidente da DC Logistics Brasil, organização que atua com soluções logísticas inovadoras e otimizadas há 22 anos, 2016 foi...

  • 22,mar

    Rever o seu plano de ação comercial ou institucional é preciso. Todos nós já ouvimos o jargão popular que fala ‘nem 8 nem 80 que tal 44’? Sim é isso mesmo, em tempos difíceis temos a obrigação de rever nossos projetos e nossas ações. Porém, é preciso ter coragem, não se deixar contaminar e sair da inércia. Neste ponto morto geralmente o discurso está pronto e é baseado no noticiário do dia anterior, como: o dólar alto, os produtos chineses, a inflação, o custo interno... e aí vai! Isso no contexto comercial significa colocar no “colo” de alguém ou de algo. Estacionamos e esperamos um passe de mágica e isso não...

  • 30,jul

    Do verbo decidir. Verbo transitivo e intransitivo. Eu decido, você decide…todos nós decidimos todos os dias, todas as horas, desde o momento que acordamos ou dormimos. Nós decidimos comer, dormir, trabalhar, comprar e não comprar, ir ou não ir e assim por diante. Mas, temos as decisões estratégicas, aqui me refiro às empresariais. Nestes períodos “críticos”, estamos com uma verdadeira síndrome de crises; é crise de confiança, de segurança, de vendas, de talento, de ideias, de líderes, entre tantas outras, e mesmo assim, temos que decidir em nosso dia a dia. As formas de tomar decisões podem ser pela razão ou...

prolag10

Conhecer, Implantar e conquistar

Saiba Mais