Algo mais profundo

O produto da marca eleito por você te conquista, seja online ou offline, você vai ficar encantado ou não, pode ser até um mais ou menos. A experiência de uso vai validar as promessas feitas pela marca para o produto.

Em seu livro Marketing 3.0, Philip Kotler aponta uma vertente crescente da sociedade cada vez mais criativa e crítica. O sentimento é que os consumidores buscam por algo novo mais profundo que toquem o lado espiritual.

O desafio é grande. Até entendemos que o mundo anda muito complexo e agressivo, somos bombardeados com notícias tristes e desagradáveis todo dia. Ora, isso acaba mexendo com nossas emoções e, então, procuramos naquilo que consumimos um vínculo com abordagens colaborativas, culturais e espirituais.

No fim do estágio do consumo, a lembrança da experiência, vivência com o produto e tudo que o cerca, gera boa ou má reputação.

Quando a reputação é impactada com certeza temos consequências bem desagradáveis, como imagem arranhada, perda de mercado, credibilidade… A reputação estremece. O maior valor intangível do negócio, sua “MARCA” tem risco de perda de valor.

Aquele Oceano Azul se torna revolto cheio de ondas grandes verdadeiros tubarões nadam em nossa volta, o cenário é assustador.

Temos que nos defender e o caminho é muitas vezes longo e um dever de casa para fazer, visando proteger, revigorar e valorizar a marca. Um novo momento de transformação só será validado se passar pelas Relações Sociais.

É necessário um projeto de Relações Sociais de forma permanente e isso tem a ver com o marketing e comunicação. Momento de pesquisar, planejar para colocar as coisas certas nos lugares certos. Leitura e análise de canários para identificar oportunidades e oferecer oportunidades.

GR1000- GPCE, o grupo de planejamento e comunicação estratégica da GR1000